SUBSTÂNCIAS QUÍMICAS PERIGOSAS E O SETOR ELÉTRICO

SUBSTÂNCIAS QUÍMICAS PERIGOSAS E O SETOR ELÉTRICO- Junho 2013

Artigo publicado na Revista “O Setor Elétrico” – Junho de 2013 – Ano 8 – Edição 89.

Nesta coluna o autor detalha o estudo da ONU e OMS que diz que o número de EDCs – químicos com efeitos endocrinológicos, aumentou “dramaticamente” na última década. Cita também as substâncias químicas perigosas que tem relação com os produtos do setor eletroeletrônico.

…Retomando o assunto discutido nesta coluna publicada há duas edições, sobre o impacto de produtos químicos e a relação com o setor eletroeletrônico, abordaremos a situação legal brasileira sobre substâncias químicas perigosas, comparando-a à legislação europeia (Reach e RoHS), que é considerada a referência mundial sobre este assunto. O Registro, Avaliação, Autorização e Restrição das Substâncias e Misturas Químicas (Reach), aprovado pelo Regulamento Europeu 1.907/2006, em 18/12/06, entrou em vigor em 01/06/07, com o objetivo de garantir o seu uso seguro. Introduziu a obrigação de realizar um registro de todas as substâncias químicas comercializadas na União Europeia (inclusive as importadas, o que obriga os exportadores brasileiros a atender exigências), propõe medidas de restrição para substâncias de alta/muito alta preocupação (como carcinogênicas, tóxicas, persistentes, muito persistentes), e estimula a sua substituição…Leia mais!

Autor: Michel Epelbaum

Gostou? Compartilhe este post!

Leave Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ellux Consultoria - há mais de 18 anos trazendo soluções em Gestão da Sustentabilidade, Qualidade e Riscos.

Oferecemos auditorias, consultoria, treinamentos e gamificações em Sistemas de Gestão com base nas Normas ISO 14001, ISO 9001, ISO 45001, ISO 26000, NBR 16001, SA 8000, ISO 50001, ISO 31000, ISO 37001, ISO 19600, NBR 19601, DSC 10000, PRÓ ÉTICA, BPM e outros modelos.