RIO + 20 – O FUTURO QUE QUEREMOS… SEM COMPROMISSO

RIO + 20 – O FUTURO QUE QUEREMOS… SEM COMPROMISSO – Julho 2012

Artigo publicado na Revista “O Setor Elétrico” – Julho de 2012 – Ano 7 – Edição 78.

Esta coluna faz uma análise desta Conferência da ONU sobre Desenvolvimento Sustentável. Comenta os temas, as discussões e os resultados.

Com respeito à Economia Verde, reconheceu-se somente a sua importância e exortou-se a cada país a considerar a possibilidade de implantar políticas no contexto do desenvolvimento sustentável e da erradicação da pobreza, de maneira a impulsionar o crescimento econômico e a criação de empregos sustentáveis.

Sobre o quadro institucional para o desenvolvimento sustentável (governança global), ressaltou-se a necessidade de fortalecimento e alinhamento das instituições e políticas nas várias esferas para integração dos três pilares do desenvolvimento sustentável. Decidiu-se estabelecer um foro político de alto nível, com caráter intergovernamental e universal que aproveite os pontos fortes, as experiências, os recursos sobre o desenvolvimento sustentável. Não houve transformação do PNUMA (Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente), mas o compromisso de fortalecê-lo.

O documento final da RIO+20 convida ainda os programas, fundos e organismos do sistema ONU, bem como outras instituições financeiras internacionais a seguir fomentando a incorporação do desenvolvimento sustentável em seus programas, estratégias e decisões a fim de apoiar a todos os países, em particular aos países em desenvolvimento, em seus esforços para atingir a sustentabilidade. Leia mais!

Autor: Michel Epelbaum

Gostou? Compartilhe este post!

Leave Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ellux Consultoria - há mais de 18 anos trazendo soluções em Gestão da Sustentabilidade, Qualidade e Riscos.

Oferecemos auditorias, consultoria, treinamentos e gamificações em Sistemas de Gestão com base nas Normas ISO 14001, ISO 9001, ISO 45001, ISO 26000, NBR 16001, SA 8000, ISO 50001, ISO 31000, ISO 37001, ISO 19600, NBR 19601, DSC 10000, PRÓ ÉTICA, BPM e outros modelos.