Olimpíadas Sustentáveis

Olimpíadas Sustentáveis – Agosto 2012

Artigo publicado na Revista “O Setor Elétrico” – Agosto de 2012 – Ano 7 – Edição 79.

Esta coluna descreve o lado da sustentabilidade que não é mostrada com ênfase na cobertura dos Jogos Olímpicos.

Aborda o “Plano de Sustentabilidade Londres 2012: Rumo a Um Planeta” com exemplos e curiosidades.

 

… Além disso, destacam-se os seguintes resultados:

– Água sustentável – redução do uso de água nos novos prédios: 60% em dez/11 (meta: 40%).

– Materiais sustentáveis – 86% dos materiais provenientes de processos com responsabilidade socioambiental (meta: 80%); 100% da madeira proveniente de fontes renováveis (meta: 100%).

– Onde possível, foram usados locais existentes para as competições, como Wimbledon (tênis); onde não havia necessidades pós-Olimpíadas, foram construídos locais temporários (exemplo: arena de basquetebol, hipismo), os quais serão desmontados (e alguns levados para a Olimpíada Rio 2016).

Vejo avanços interessantes na:

– Busca do transporte sustentável.

– Priorização do legado após os jogos (externo minha preocupação pelo legado da Copa do Mundo no Brasil: dispêndio enorme em alguns estádios que terão baixo uso após a Copa).

– Busca da eficiência energética e redução de emissões nos novos locais construídos.

– Visão alimentar de suporte.

– Integração entre o evento em si e a “economia verde inclusiva” (palavra em voga após a Rio+20), ainda mais num momento de crise econômica. Leia mais!

Autor: Michel Epelbaum

Gostou? Compartilhe este post!

Leave Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ellux Consultoria - há mais de 18 anos trazendo soluções em Gestão da Sustentabilidade, Qualidade e Riscos.

Oferecemos auditorias, consultoria, treinamentos e gamificações em Sistemas de Gestão com base nas Normas ISO 14001, ISO 9001, ISO 45001, ISO 26000, NBR 16001, SA 8000, ISO 50001, ISO 31000, ISO 37001, ISO 19600, NBR 19601, DSC 10000, PRÓ ÉTICA, BPM e outros modelos.